Quinta-feira, 6 de Maio de 2010

Lutas judiciais

Etapas....uma de cada vez...

 

Ontem foi dia de mais uma ida a tribunal.

 

É dificil lidar com as emoções mais duras quando se trata do bem estar do meu filho.

 

É dificil aceitar ser de certa forma (€) prejudicada porque não cruzei os braços...

 

É fácil prever os argumentos "fatelas" do pai do meu filho...

 

Ontem, mais uma vez, ouvi tanta barbaridade que parecia um episodio duma novela...Chegou ao cumulo de argumentar que durante todos estes anos não tinha cumprido o papel de pai porque não tem um interruptor para accionar a cabeça para estar com o filho!!! Parece mesmo que o filho é um grande sacrificio, não um prazer, se calhar é mesmo isso...pena.

Mais uma vez me acusou de "fazer" a cabeça ao meu filho, e que, por causa disso ele não gosta desses fins-de-semana! Como se um laço de sangue bastasse para gostarmos da companhia desse alguem!

Acusou-me de fazer todas as vontades ao Jaime, mas pedi-lhe um exemplo e não conseguiu dar um!!!

Acusou-me de encher o filho com actividades e de por causa disso ele ter notas baixas, eu questionei se ele tinha visto a avaliação do Jaime...e se ter 4 a tudo se considera nota baixa?! E convidei-o a entrar em minha casa e pedir para ver as avaliações, ao que me respondeu não ter cabeça para isso!!!

 

Vitimizou-se...vitimizou-se...vitimizou-se...vitimizou-se...vitimizou-se...

 

Discutimos e foi desagradavel, ele não está habituado a esta Sancha e não sabe muito bem como fazer as coisas...Mas é tão exagerado...

 

Passam-se episódios surreais...

 

Ontem só tinha vontade de chorar, mas hoje já estou bem.

 

Tenho o melhor filho do MUNDO (para mim claro!)

 

publicado por Sancha às 23:58

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Maio de 2010

Adaptação

Nesta fase em que o meu filho se encontra, nós os pais temos de obrigatoriamente nos irmos adaptando duma forma mais intensa.

 

O meu filho tem 10 anos, está a terminar o 5º ano, tem muitos amigos novos, joga basquet, faz btt, pratica natação, tem aulas de musica...Nisto tudo parece impossivel como consegue ter tempo para comer e dormir, mas tem!

 

Esta nova escola trouxe muitas novas vivencias/experiencias, e brincar na rua ou ficar á frente da tv já não basta. Este menino tem muitos desejos, tem projectos, tem sonhos...

 

Eu vivo com ele, e diariamente lido com este "novo" filho, mas o pai que só está com ele 2 vezes por mês, ás vezes menos, não consegue acompanhar este evoluir do filho, e, compara-o vezes sem conta com a irmã de 5 anos, sua outra filha.

 

O meu filho tambem já teve 5 anos!! Incrivel que esse tempo passou tão rapido e agora só o posso recordar nessa idade em videos, doces videos...

 

O meu filho já teve a mesma disponibilidade que a irmã, mas isso naquela altura não lhe valeu para ter as visitas assiduas do pai, até porque naquela altura da sua vida nasceu a sua irmã e ele não podia lá estar muito tempo a "incomodar" os sonos da bebé...

Não foram uns 5 anos faceís, na mesma casa onde vivíamos ficou o pai a viver com a madrasta, e o seu quarto foi transformado em quarto de menina e ele adivinhem....ele ficou sem quarto, ele ficou com sala para dormir...Imaginar como deve ser duro passar por isto...

 

Agora, já está crescido e os horizontes tambem se vão abrindo e mostrando, e este pequeno rapazinho tem vida própria e até tem asinhas que se vão abrindo aos poucos, sob os cuidados da mãe.

 

O pai agora ao fim de uma serie de anos afastado, este afastado significa: sem fins-de-semana juntos; muitas visitas em divida; promessas falhadas, etc, quer agora recuperar o tempo perdido, mas na verdade continua a faltar ás suas promessas, e o meu filho já não espera muito das promessas e acomoda-se a esta realidade...A ultima promessa foi recente e era passar todas as 2ª feiras ao fim da tarde para sairem juntos e lancharem ou jantarem, de forma a compensar os fins-de-semana que não poderiam ser cumpridos por algum motivo do pai ou do filho, a promessa cumpriu-se 2 vezes e passou a esquecido...

Continuando, o pai quer  agora que o filho deixe o desporto alegando que estar com o pai é mais importante. O Jaime tem treinos todos os sábados de manhã, e os jogos que acontecem de vez em quando são ao fim-de-semana! Ora, isto implica que o pai tem de vir buscar o filho de proposito ao sabado, quando lhe dava mais jeito leva-lo logo na sexta-feira! Era menos uma viagem que fazia, saía do trabalho e a caminho levava o filho. Por outro lado ainda existem os jogos que fazem com que ele não vá com o pai, embora muito poucas vezes aconteça!

 

Eu, por minha vez não concordo com o pai e acho que a criança tem todo o direito a praticar o desporto que tanto gosta e que leva tão a serio, é a serio, está federado no basquet e quando é convocado contam com ele!

Este fim-de-semana é uma desses em que vai haver jogo no domingo de manhã, será a primeira vez num jogo de campo inteiro e está felicissimo, telefonou ao pai a dar a noticia e a dizer que este domingo tinha de cá estar de manhã, o pai foi insensivel (para variar) e estragou esta felicidade não dando abertura para o deixar cá ficar no fim-de-semana, disse que 5ª feira dizia uma resposta....O Jaime vai jogar, o pai não pode proibir, é um direito que tem, ter uma vida normal e os fins-de-semana com o pai não devem de forma alguma prejudica-lo. Podem trocar o fim-de-semana ou compensar doutra forma, haja abertura e vontade para estar com...e ver feliz! Eu que vivo com ele tambem não vivo com ele debaixo das minhas saias, tambem não estará na minha casa durante o jogo, nem durante os treinos, mas eu faço questão de vê-lo jogar, eu se posso vejo-o treinar um bocadinho e isso faz-nos felizes aos dois.

 

E mais...o pai até anda sem tempo para estar com o filho, anda no seu artesanato e nem pode dar atenção ao filho, tem sido assim há meses!! porquê complicar? hein?

 

Espero que Deus me acompanhe e me Ilumine quando tiver de falar com ele (pai), que eu saiba manter a calma e a razão no lugar. E que faça/diga o que estiver certo. Por nós 3

 

 

Isto tira-me o sono......

 

 

publicado por Sancha às 01:20

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

Revolta minha...

 

Hoje tenho um enigma para vós:
 
Existem 3 elementos: o pai, a mãe e o filho
 
O pai diz: eu não tenho dinheiro e por isso não pago
A mãe diz: preciso que pagues a tua parte
O filho diz: mãe preciso de.....
 
Solução???
 
Estou revoltada, ainda, ou já, me está a dever 26 euros deste mês que eu gastei em Outubro, diz que não tem dinheiro e não paga porque quem não tem não paga e eu que o ponha em tribunal e a segurança social que me pague!!!
Com muito esforço tenho tentado não ser mal-educada com ele, o Jaime esteve doente e quando ele telefonava eu respondia mesmo tendo em mente as palavras grosseiras que me havia dirigido recentemente.
Já voltei a perguntar se já tinha solução para me pagar, respondeu que não tem dinheiro e perguntou o que quero eu???!
Hoje voltei ao assunto, perguntei se estava disposto a pagar a divida com bens alimentares da fabrica onde trabalha. Respondeu “ não tentes usar-me, ok!”, eu fico mais ou menos aparvalhada porque não quero de todo receber bens em vez do dinheiro, quero ser eu a gerir a minha despensa mas era uma tentativa de solucionar...Este mês o nosso filho esteve doente e já gastei mais uma boa quantia, isto nem falando das viagens que fiz para trás e para a frente com ele para encontrar uma forma de lhe tirar as dores, e nem falo do tempo que perdi no trabalho!!!
Pois, hoje perante a resposta dele no final da minha resposta, via sms, apliquei um “passa bem atrasado mental”
 
E estou revoltada com esta situação! Este homem não se enxerga, é dono dum umbigo gigante e não está nem preocupado com o facto de não me pagar! No entender dele o dinheiro que me paga como prestação já é de sobra e a maior parte é para meu proveito, ora assim na mentalidade dele eu até estou muito bem! É de extremo egoísmo e não vê muito além do que está para além dele próprio. Mas, quando fala do filho parece ser um pai extremoso, carinhoso, atento e disponível....infelizmente não passa de palavras bem ditas e aplicadas por quem sabe ser muito bom falante...
 
Quem mais perde?
Quem mais perde é o pai! Não é o filho, este já se habituou a esta desilusão, o pai promete coisas que não cumpre e ele no momento sabe isso, fica triste... uma tristeza já conformada...esta situação forçou o meu filho a crescer!
O pai perde porque jamais conseguirá recuperar estes anos de afastamento, estes anos de mentiras, estes anos de desilusões e de falta de vontade para que nada falte ao que diz tanto amar!
 
O último fim-de-semana que pai e filho estiveram juntos foi 17 e 18 de Outubro, amanhã será o próximo se não houver imprevistos....
 
Tenho a sorte de estar rodeada de pessoas muito nossas amigas que fazem toda a diferença, o meu filho é um menino alegre, inteligente, bonito e muito amado.
 
Dos avós paternos só gostava que telefonassem mais ao Jaime e que estivessem mais cientes das coisas do neto, que lhe mandassem um beijinho quando está doente ou quando tira boas notas...O Jaime gosta deles de estar por lá nas terras...
Mas cada pessoa tem a  sua forma de sere estar na vida e quanto a isso eu só tenho é de respeitar a natureza.
 
sinto-me: revoltada
publicado por Sancha às 16:25

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Novembro de 2009

Farta

A vida tem-se encarregado de me trazer transformações desde o mais intimo do meu ser...

 

Já referi várias vezes as minhas tentativas de fuga para determinadas situações, situações que se repetem até que um dia eu corajosamente decido travar. Digo corajosamente não por ser uma pessoa de coragem, mas sim porque aquilo que algumas pessoas faz parte do caracter, para mim é muito dificil de agir nesses modos...

 

Fugi o mais que pude de discussões destrutivas, há pessoas que não são capazes de o fazer doutra forma, eu não consigo lidar muito fácilmente com este tipo de ambiente mas a verdade é que fui-me deixando corroer durante estes últimos anos, entendi que esta seria a forma mais fácil para o meu filho, e foi! mas para mim tambem evitou uma serie de brigas, mesmo sendo eu a sofrer sozinha as consequencias...

 

O meu filho cresceu...

 

Com cerca de 8/9 anos passou a ver as coisas duma forma menos fantasiosa, aprendeu a ver as pessoas como são, independentemente de quem se trate...

Foi muito duro para ele e para mim que não podia alterar as coisas e menos ainda as pessoas...

Foi um processo duro mas que com muito amor e apoio de pessoas muito nossas amigas foi "ultrapassado", digo-o entre aspas porque há coisas que nunca se ultrapassam verdadeiramente!  Agradeço ás tias do coração, á familia mais próxima e atenta  e á professora que teve (e tem...)

 

As mentiras que lhe eram ditas passaram a ser facilmente detectadas e daí nada esperava e continua assim...uma especie de conformação indiferente...Ainda na semana passada mais uma promessa depois de receber o telefonema que não iria poder estar com o pai, para compensar as já 3 semanas longe (apesar dos apenas 4/5 Km) viria durante a semana busca-lo para jantar um ou dois dias.....(nem um telefonema sequer...)

 

Este proximo fim-de-semana é do pai, mas eu já avisei que Domingo temos uma actividade marcada, ao que me respondeu que nada tem com isso e que "é uma opção..." como quem diz que lhe estou a vedar a visita tal como foi a tribunal acusar-me! Mas isto está assim porque tinhamos trocado já 2 fins-de-semana atrás como lhe convinha, e este ficaria meu, mas no final disto tudo não cumpriu com nenhum  e este ficou dele, agora  a culpa é minha porque agora tenho uma actividade com o filho...

 

Levou-me a tribunal para chorar e dizer que a vida está a ser muito dura com ele e que não aguenta...só podia pagar 100 euros...a Srª. Juiza considerou que não tinha razão, já que despesas todos temos e um filho custa a criar a todos...

Passou um mês e já não cumpriu este mês...O nosso filho precisa de natação para corrigir o peito e paguei 52 euros( inscrição e seguro), ele recusa-se a pagar 26€ porque não pode e não quer saber, ele nem acha que o filho precise...e acha estupido eu estar a reclamar por causa de 26 euros (eu já paguei 52!!)

 

Tratou-me muito mal, disse muitas asneiras e berrou berrou...pedia que eu levasse a mão ao peito e "perdoasse" todas as despesas extras...

Parece que uma criança se cria com mãos no peito!!

Não me senti nada sensibilizada com o problema dele, gastou o que tinha ganho mais o que tinha ainda por ganhar, agora está a zero. Se ele usasse a mesma roupa uns bons anos como eu tenho de fazer, deixasse os cigarritos e outras manias, talvez ainda estivesse melhor que eu, ganha mais e tirando o que dá aos filhos fica com mais que eu, mas o que lhe faz?

Estava a trabalhar no sabado e falou-me (gritou) disso como algo extraordinário....eu trabalho aos sabados há 6 anos para poder fazer face ás despesas que tinha quando na altura ele não me dava um centimo a maioria dos meses. Pois é...o filho cresceu e está tão bonito! Agora a mãe está muito chata  e contas atrasadas acabaram...tem sido uma chatice!

O que me disse neste sábado passado e da forma que mo disse demonstram uma grande falta de respeito pela mulher que tem criado o filho que ele diz amar...

Podia ter sido humilde e ter pedido um credito até ao proximo mês, mas antes quiz ser mal-educado, e muito!

 

Ainda depois de gritar como um bebedo que não sabe comportar-se, eu lhe disse que o filho estava doente, com sintomas de gripe A, soube logo receitar-me 7 dias de quarentena mas claro que teria de ser eu a faltar ao trabalho....Não tem gripe A, tem uma gripe e hoje ficou em casa para garantir a recuperação a 100%

 

Este é um desabafo...alguem passa por situações identicas? (tenho mail na barra ao lado se não quiser publicar...)

 

Boa semana

sinto-me: Aborrecida e muiito
publicado por Sancha às 22:41

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

Desabafo

Sou divorciada, já estou separada há 5 anos, a minha referencia é a idade do meu filho que tinha feito 3 anos e já tem 8. Não é novidade para ninguem que é sempre um processo dificil e doloroso, não só para os pais como para os filhos, todos sofrem com a mudança, mesmo aquele/a que tomou a iniciativa por qualquer razão.

Eu quase enlouqueci, fazia-me á estrada na tentativa de apanhar o marido com a outra, era uma obsessão apanha-lo...o filho pequenino ainda de 2 anos fazia as viagens comigo e depois já muito cansado chorava e eu acabava por desistir e parar numa praia com ele e brincavamos por aí, era Verão e eu estava de férias. Hoje percebo a loucura que era a ideia de querer confronta-lo, hoje entendo que me devia ter voltado para mim e ter deixado ir aquele que magoa e que já não quer estar comigo, podia ter deixado ir e podia ter procurado soluções para a minha vida logo...

Tinha a esperança que tudo passasse e voltasse ao que era, louca! quando poderia eu voltar a confiar em alguem que me traiu?! claro que não ía dar! Como podia eu sentir-me segura com alguem a meu lado desta forma? Claro que não!! A tentativa de reconciliação foi um fracasso, o filhote fez 3 anos e ainda teve a familia toda reunida, mas depois o marido logo voltou a encontrar alguem  e eu fiquei de parte...e ainda bem! Percebi e interiorizei que ele não era bom para mim, e a partir desse momento voltei-me para mim e tracei um plano para a minha nova vida com o meu filhote, a minha mãe cedeu-me um espaço anexo á casa dela, espaço que antes era uma loja de electrodomesticos, e com a ajuda de pessoas que nunca me deixaram só limpei e projectei ali a minha casa nova, fiz 1 quarto 1 cozinha e 1 casa de banho, tudo pequenino mas fiquei num espaço independente e sem pagar renda, já que tinha de sustentar o meu filho sozinha. Hoje este espaço é a minha casa, o ano passado remodelei o sotão, coloquei janelas velux  e fiz lá 2 quartos 1 sala e 1 casa de banho, em baixo no rés de chão ficou a cozinha e w.c, tenho ainda muitas coisas a melhorar e vou tendo isso em conta.

Na outra casa esteve a morar o ex-marido com a nova esposa, agora também ex-mulher , pessoa de quem me tornei amiga, pessoa com quem já me diverti juntamente com as nossas crianças, o meu filho ganhou uma irmã que muito adora e ela a ele. Com esta nova amiga tive algumas conversas que não foram faceis, haviam muitas magoas e foi preciso trata-las, foi dificil mesmo! e agora percebo que se calhar há feridas que nunca saram, as pessoas não são todas iguais...e fiquei a saber que duvida da minha palavra, confronta o ex-marido com coisas que eu lhe contei sobre mim, e isso magoa-me muito, saber que o que lhe contei está na possibilidade de ser " servido como prato principal" numa das suas novelas de ciume, magoa-me e muito...O que seria se eu tambem resolvesse servir um desses pratos do diz que disse? Estariamos todos zangados e com razão, porque somos 3 pessoas diferentes que neste momento devíamos seguir caminhos diferentes em vez de continuar a remexer em feridas onde os 3 já estivemos juntos. Não estamos juntos, somos seres independentes e livres, o meu ex-marido pode ter as namoradas que entender e até pode ser a mesma, tanto me faz! Agora deixem-me é viver em paz e não me ponham em feridas que já tenho saradas, não me contagiem com dores que não são minhas, deixem-me viver em paz na minha merecida liberdade! Não sou responsavel pelo fracasso da união daqueles dois, e, estou farta de ser responsabilizada por isso, antes desta união fracassar já tinha fracassado a minha tambem e quem devo responsabilizar? quem lhe abriu a porta do quarto? Chega!! O rapaz não ama ninguem o suficiente e essa é a principal causa, porque se ele entrou no quarto deste alguem é porque tomou essa decisão, não foi obrigado, já tinha mulher e filho, sabia bem ao que ía! responsavel eu? - só se for por existir!!

 O facto de convivermos não pode significar estar no mesmo caminho, apenas nos cruzamos e convivemos, não temos direitos sobre ninguem, cada qual tem o seu caminho, as suas escolhas livres.

Amigos/as leitores deste espaço se alguma vez passarem por um divorcio não olhem em volta a procurar culpados, olhem antes para dentro de vós, de vossa casa.  E se por ventura decidirem voltar para os braços daquele que antes vos magoou eu vos aconselho a começar algo novo em vez de continuar o que antes havia. A vida é bela demais para desperdiçar vivendo e revivendo a mesma história, a vida dá-nos uma infinidade de escolhas novas para vivermos, haja a coragem de arriscar a ser feliz!!

Bem estava com isto tudo aqui entalado e precisava desabafar senão ainda sufocava...quem por aqui passa na maioria não sabe quem sou e quem sabe tambem já conhece a minha história. Aproveito até para agradecer aquelas (são sobretudo mulheres amigas do peito) todo o apoio e carinho com que sempre me recebem, aceitam e tentam compreender já que não deve ser fácil compreender as minhas decisões tantas vezes... Obrigada e muitos beijinhos.

Digo ainda que tudo isto é uma lição de vida que agradeço e recebo fazendo-me crescer e tornando-me mais MULHER

tags:
publicado por Sancha às 10:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

*Música que gosto




MusicPlaylist
MySpace Playlist at MixPod.com



:

Sancha


Blog do Jaime

*posts recentes

* Lutas judiciais

* Adaptação

* Revolta minha...

* Farta

* Desabafo

*arquivos

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

* Setembro 2006

* Agosto 2006

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

*links

*Meu e-mail

=" e-mail não aparece publicado

*Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Locations of visitors to this page

*pesquisar

 

*mais sobre mim

*subscrever feeds