Quarta-feira, 4 de Março de 2009

Pesquisa: terrores nocturnos

Depois de pesquisar um pouco e de ler vários relatos de pais preocupados e até assustados com os seus filhotes, encontrei um texto que se enquadra na perfeição ao que se passa lá em casa, e desta forma mantenho a minha postura perante a situação, que é apenas reconfortar, guiá-lo até à cama e pouco mais...ele tem estes 3 tipos de perturbações, mas os piores são os terrores nocturnos em que até eu fico assustada!

 

Texto retirado de: http://familia.sapo.pt

 

 

Pesadelos que metem medo

Entre os pequenitos, os pesadelos são outro dos transtornos habituais. Trata-se de sonhos terríveis que, apesar de se poderem produzir em qualquer idade, afectam de forma especial as crianças, particularmente entre os seis e os doze anos. Como qualquer sonho, os pesadelos acontecem na etapa REM, ou seja, hora e meia depois de ter adormecido, aproximadamente. Enquanto a criança está com o sonho “feio”, pode fazer pequenos movimentos como caretas, ou emitir algum som como gemido ou choro, mas geralmente não se recorda de nada no dia seguinte. Os pesadelos são mais frequentes quando a pessoa tem febre, um excesso de fadiga ou ingeriu álcool, e às vezes são tão intensos que chegam a acordá-la.

Os terrores nocturnos

Quando a criança é vítima de terrores nocturnos desperta abruptamente, senta-se na cama, chora horrorizada e olha assustada para o tecto ou para um ponto fixo, mas sem ter a consciência do que está a acontecer e, inclusive, sem reconhecer ou identificar os seus próprios pais. Diferentes dos pesadelos, os terrores nocturnos não acontecem na fase REM (ou seja, na etapa onírica), mas sim na primeira etapa do sono, e embora não se conheçam as causas correctas, acredita-se que estejam relacionados com certos estados de pânico. Esta dificuldade do sono pode preocupar – e muito – os papás, que não sabem o que fazer nesse momento. Devido ao facto do pequenito sentir muito medo e desprotecção, abraçá-lo e segurá-lo é suficiente para que se acalme. A idade de maior incidência é entre os três e os cinco anos, e geralmente supera-se sem necessidade de tratamento, salvo em casos muito graves. Tal como os pesadelos, no dia seguinte a criança não recorda absolutamente nada.

Pequenos sonâmbulos

Os indivíduos que padecem de sonambulismo são capazes de realizar certos movimentos relativamente complexos, como sentar-se, levantar-se ou caminhar, ser ter consciência do que estão a fazer. E, geralmente, levam a cabo estas acções com os olhos abertos. Curiosamente, estas pessoas quando caminham não costumam tropeçar ou bater contra a parede, mas, isso sim, “fintam” os obstáculos. Embora seja verdade que alguma parte do seu sistema nervoso se encontra desperto, o indivíduo não tem consciência e habitualmente tão pouco recorda alguma coisa no dia seguinte. Inclusive, se o despertarem durante o episódio ele não compreenderá o que se está a passar. O sonambulismo tem um certo carácter hereditário, já que é mais frequente em crianças cujos pais são sonâmbulos, e embora possa apresentar-se em qualquer idade é mais frequente durante a infância, entre os quatro e os dez anos. Algumas pessoas padecem de episódios repetidos (duas vezes por semana) e outros de forma ocasional (cada vários meses). De todas as maneiras, para que um indivíduo seja considerado sonâmbulo, os eventos devem produzir-se com uma certa regularidade (mais de uma vez por ano). Quanto ao tratamento, consiste na administração de medicamentos específicos para mudar as etapas de sono, mas só se indica se verdadeiramente se justificar.

 

publicado por Sancha às 15:44

link do post | comentar | favorito
|

*Música que gosto




MusicPlaylist
MySpace Playlist at MixPod.com



:

Sancha


Blog do Jaime

*posts recentes

* Gatos, gatos a mais...

* Saudades

* Fim de semana XXL

* Estamos em crise...nem to...

* Hoje assinei algumas peti...

* Filhote meu tesouro...

* Sempre lutar e acreditar

* Lutas judiciais

* Adaptação

* Os meus dias

* Novidades

* Expectativas

* Domingos...dias de descan...

* Filhos...

* Respeito pelos animais

* Fomeca

* Palavras de vida

* Frio e coragem

* Alertas e significados

* Amor...que mais?? (Prepa...

* De pequenino....

* Thanks

* 2010

* Natal...

* Gemeos ...

* Os animais não têm inteli...

* Fim-de-semana

* Revolta minha...

* Velhice?

* A gripe em minha casa a r...

*arquivos

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

* Setembro 2006

* Agosto 2006

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

*links

*Meu e-mail

=" e-mail não aparece publicado

*Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Locations of visitors to this page

*pesquisar

 

*mais sobre mim

*subscrever feeds